Biografias

Biografia de Antonio Vallisneri (1661-1730)

Antonio Vallisneri era médico e frequentou a Universidade de Bolonha, na Itália, onde se formou médico em 1684. Exerceu a profissão em Veneza, Parma e Pádua, cidades do norte italiano. Assumiu a cadeira de Medicina Prática na Universidade de Pádua em 1700, onde permaneceu até a morte, trinta anos depois.

Vallisneri aplicou e desenvolveu os métodos propostos por Galileu Galilei, como o uso de italiano em lugar do latim para ampliar o acesso ao conhecimento, a observação atenta e a experimentação.

As explicações de Philippe de La Hire foram examinadas por Antonio Vallisneri (1661-1730), professor da Universidade de Pádua, na Itália.

Em seu livro De’ corpi marini, che su’ monti si trovano, publicado em 1727 (figura 1.8), Vallisneri contesta a tese de Philippe de La Hire e critica a falta de observação e de experimentação para a apresentação da hipótese.

Página inicial do livro Dei Corpi marini che su i monti si trovano, de
Antonio Vallisneri, publicado em 1727. À direita, ilustração de fóssil em que se pode observar a presença de ovos visíveis a olho nu.

Conforme o professor italiano havia demonstrado em um estudo anterior, as águas das fontes eram abastecidas pelas chuvas, e não por vapores do subsolo, como pensava La Hire.

Vallisneri criticava a mera suposição da existência de animais vivendo em águas do subsolo, sem nenhuma observação que lhe servisse de base.

Para ele, mesmo que essas ideias estivessem corretas, os ovos dos seres vivos não poderiam atravessar camadas de rochas de centenas de metros.

Além do mais, entre os fósseis encontrados havia animais que não se reproduziam por ovos (como é o caso de certos tubarões) e, ainda, um fóssil extremamente bem conservado de um dos peixes, em cujo interior era possível identificar ovos perfeitamente visíveis a olho nu.

Portanto, os ovos microscópicos também eram uma simples suposição. Ele, então, incluiu em seu livro de 1727 uma prancha com a reprodução em desenho do fóssil ao qual se referia (figura 1.8).

Segundo as observações de Vallisneri, os fósseis pertenceriam a animais que viviam nos mares, e não no subsolo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo